Após ‘fora Bolsonaro’, Carol Solberg vai à julgamento e recebe punição

8919Visualizações 2020/10/15
20 3 Salvar Denunciar
  • Clique para assistir mais tarde
X
  • Faça o login para usar
X
  • Feedback enviado com sucesso
Anúncio
Carol Solberg, jogadora de vôlei de praia, foi julgada pela 1ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta terça=feira (13), depois de ter dito “fora, Bolsonaro” ainda na quadra, após partida do circuito nacional da modalidade. Por três votos a dois, Carol foi condenada com base no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Ela foi punida por descumprir regulamento. A multa foi convertida em advertência. Os auditores do STDJ determinaram que Carol não pode voltar a se manifestar. “Foi um puxão de orelha, uma advertência. Se ela repetir, pode ser punida de uma forma pior”, afirmou Otacílio de Araújo, presidente da comissão e responsável pelo voto de minerva. Em seguida, ele justificou a decisão de votar pela punição da jogadora de vôlei.
+ Expandir - Retirar
Próximo vídeo
Comentários de usuários

Isenção de responsabilidade:

Este site oprera upload artigos em tempo real. Não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa a opinião pessoal dos redatores e não é a posição deste site. O usuário não deve confiar no conteúdo, mas deve julgar a autenticidade do conteúdo à sua própria.Os redatores têm o direito de escrever artigos neste site.

Como o site está sujeito ao modo de operação "publicação em tempo real", portanto, o sistema não pode verificar todos os artigos a tempo. Se você encontrar um problema, deixe uma mensagem ou entre em contato conosco.

O site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e rejeitar a publicação de qualquer pessoa e também o direito de não excluir o artigo. Nunca escreva linguagem ofensiva, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais. Este site reserva todos os direitos legais.